EU-LAC-MUSEUMS - Museus e Comunidade: Conceitos, Experiências e Sustentabilidade na Europa, América Latina e Caraíbas

Somos um consórcio de académicos, profissionais de museus e atores políticos que trabalham na Escócia, Portugal, Espanha, França, Peru, Chile, Costa Rica e Índias Ocidentais empenhados com a museologia comunitária a fazer a diferença no mundo.

EU-LAC-MUSEUMS foi concebido sob os auspicios do ICOM (Conselho Internacional de Museus: http://icom.museum) em 2014. Tem um financiamento de 2,422,406 euros do Horizon2020 – o maior programa de sempre da União Europeia para a investigação e inovação – que decorrerá entre 2016 e 2020. O objetivo desta investigação é proporcionar um melhor entendimento da dimensão cultural, científica e social da relação entre a UE (União Europeia) e LAC (América Latina e Caraíbas), apoiando assim o processo de cooperação EU-CELAC delineado pelo Plano de Ação de EU-CELAC na definição de uma visão comum para os próximos anos.

EU-LAC-MUSEUMS pretende levar a cabo uma análise histórica e teórica comparativa dos museus rurais de pequena e média dimensão, e ainda das comunidades a eles associados na EU e LAC. A base deste projeto relaciona-se com o facto de os museus comunitários, em particular os de países da América Latina e das Caraíbas, permitirem às suas comunidades sub-representadas ter o seu lugar na história, contribuindo para a sustentabilidade ambiental e empoderamento comunitário. Durante os próximos 4 anos os investigadores irão estudar como estas instituições podem informar a prática museal, particularmente em localizações remotas e insulares, . Entre os museus envolvidos estão incluídos o Ceumannan – Skye Ecomuseum, na Escócia, e o museu Comunitário Rey Curré, na Costa Rica, administrado pelo povo indígena Boruca. Tratam-se de dois museus ao ar livre que incentivam os seus visitantes a explorar a paisagem natural e as estruturas tradicionais. Nestes dois museus, os jovens em conjunto com os anciãos da comunidade, levaram a acabo um projeto de recolha da história oral, tornando-se nos curadores de uma exposição virtual sobre a temática da mudança social.

Os museus têm a responsabilidade de mostrar a história comum e os "laços culturais, políticos e económicos" entre a Europa, a América Latina e Caraíbas. Os museus têm uma grande capacidade de atingir todos os níveis da comunidade, das cidades até as aldeias remotas, e podem ser espaços neutros para a construção da coesão social e da reconciliação em diversos contextos. Centrando-se no tema Museus e Comunidade: Conceitos, Experiências e Sustentabilidade na Europa, América Latina e Caraíbas, os MUSEUS EU-LAC criarão uma visão comum sustentável para os museus locais, regionais, e suas comunidades, contribuindo para a compreensão mútua e a cooperação entre as regiões.

A investigação museológica destaca-se de outras áreas de investigação social, científica e cultural da UE-ALC pelo seu envolvimento natural com os temas da UE-CELAC. Os parceiros do projecto são peritos internacionais de museus que desejam prosseguir esta investigação bi-rregional, superando os desafios sociais que se relacionam com os nossos museus e as suas comunidades. Através da mediação das redes do ICOM e dos líderes de museus, criaremos paridade de estima e diálogo sustentável para investigar o nosso património tangível e intangível e partilhá-lo com o mundo.

O nosso plano de ação divide-se em quatro áreas de investigação no âmbito do EU-CELAC:

a) Tecnologia e Inovação para a Integração Bi-regional

b) Museus para a Inclusão e Coesão Social

c) Promoção de Museus Comunitários Sustentáveis

d) Expondo Migração e Género

 

 

     
PARTNERS