Identification | Identificación | Identificação

Photo | Fotografía | Fotografia | Photographie
Image credits | Créditos de imagen | Crédits photo| Créditos de imagem
www.museu-sbras.com
Museum name | Nombre del museo | Nome do museu | Nom du musée
Museu do Traje (São Brás de Alportel)
Institutional nature | Nombre del museo | Natureza institucional | Type d'institution
Community Museum / Museo Comunitario / Museu Comunitario / Musée de communauté
Short description | Descripción breve | Descrição resumida | Description brève
Museu do Traje de São Brás de Alportel ocupa uma área de 5000 m2. O edifício senhorial que ao longo dos últimos 130 anos foi moradia das famílias Dias, Andrade e Sancho, encontra-se rodeado por infraestruturas que satisfaziam as necessidades de uma família abastada de finais do século XIX: casa de criados, mirante, cavalariças, cocheira, oficinas, casas agrícolas e horta. Aqui e ali os equipamentos indispensáveis à vida: poço e nora, moinho de vento, depósitos de água, cisterna, tanque de lavagens, canais de rega...

Embora de nítida influência urbana, o edifício retrata o modo de vida de uma família rural e endinheirada do interior algarvio. Os ventos de um romantismo tardio que soprou pelo Algarve durante as últimas décadas de oitocentos, deixaram em São Brás de Alportel este testemunho: pátios interiores, linhas neo-árabes, recantos, reixas, portas rematadas em forma de ferradura.

Hoje, os tempos mudaram e como espaço museológico, este conhece um novo uso e diferentes funcionalidades. Há poucos anos, um novo edifício de traço contemporâneo, veio integrar-se na mescla de visões e influências que já existia. O lugar, esse, ganhou um novo fôlego ao abrir as portas a todos, sendo vivido pelas pessoas da terra como ponto de encontro de pessoas e de ideias.
Community | Comunidad | Comunidade | Communauté
Comunidade de São Brás de Alportel
Main identity icons | Principales iconos de identidad | Iconografia mais relevante | Objets les plus représentatifs
Coleção de trajes tradicionais algarvios e importante coleção etnográfica da vida rural na região
Target Audience | Público-objetivo | Público alvo | Public cible
População local e turistas.
Year of foundation | Año de fundación | Ano de fundação | Année de création
1982
Curator | Conservador | Comissário | Conservateur
Emanuel Sancho
Public opening date | Fecha de Apertura | Data de abertura | Date d'ouverture
1987-01-01
Institutional affiliation | Afiliación institucional | Vinculação institucional
Other | Otro | Outro
Entity Name | Nombre de la entidad | Nome da entidade
Misericórdia de São Brás de Alportel
Panorama

More information | Más información | Mais informação

Origin history | Origen Histórico | Origem história | Origine historique
O atual Museu do Trajo de São Brás de Alportel dá o primeiro sinal de vida em 1983 quando o seu fundador, o Padre José da Cunha Duarte, decide organizar uma exposição de objetos etnográficos no Quartel de Bombeiros de São Brás de Alportel. A partir do Centro Cultural e Social da Paróquia local, é desenvolvido então um processo de recolha etnográfica mais aprofundado e, com o tempo, nasce a ideia de criar um museu centrado nesta temática, com o objetivo de proceder ao estudo e à divulgação dos bens locais. Em em 1987, motivada pelo interesse patrimonial do espólio que ia ganhando forma, mas também pela sua missão de apoio social ao desenvolvimento local, a Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel (SCMA), envolve-se no projeto. Nas mãos da Misericórdia esta Casa albergou, desde as suas origens, o projeto de criação do Museu Etnográfico do Trajo Algarvio, que se veria materializado por volta de 1990. Com este objetivo, e sob a direção do Padre Cunha Duarte, foi-lhe atribuído um edifício próprio, uma funcionária, um pequeno grupo de colaboradores/as
em regime de voluntariado e um corpo de intenções que previa a existência de receitas próprias e a liberdade de programação cultura. com o tempo e a evolução natural dos processos, o Museu Etnográfico do Trajo Algarvio foi ganhando uma dinâmica própria alicerçada em dois pilares centrais e profundamente entrelaçados: a construção
coletiva dos processos relacionados com a vida do Museu e a definição de uma temática central numa ótica de valorização das culturas do interior.
Documentation | Documentación | Documentação | Documentation
Sancho Querol, Lorena & Sancho, Emanuel. "Sujeitos do património: os novos horizontes da museologia social em São Brás de Alportel", e-cadernos ces [Online], 21 | 2014.
Martins, Amália. Génese, Inovação e Futuro de uma experiência em museologia social: o cado do Museu do Trajo de São Brás de Alportel, Lisboa, Universidade Lusófona (tese de mestrado), 2009.
Sancho Querol, Lorena & Sancho, Emanuel. "Imagens que valem mil palavras… A experiência do arquivo de memórias do Museu de São Brás" Cadernos de Sociomuseologia, vol. 48, 2014 pp. 7-34.
Video | Vídeo | Vidéo
Access type | Tipo de acceso | Tipo de acesso | Conditions d'accès
Adultos 2 Euros, gratuíto para crianças até aos 12 anos
Activities and services | Actividades y servicios | Actividades e serviços | Activités et services
Várias atividades; desde música; o projeto museu à medida; coros; atividades relacionadas com o espólio do museu; museu verde; fotografia, museu e identidade; jasmin, musicas da Ucrânia, galeria de arte, atividades com crianças, e terceira idade.

Main collection | Colección principal | Colecção principal

Named Collection | Denominación de la colección | Denominação | Dénomination de la collection
Traje
Photo | Fotografía | Fotografia | Photographie
Image credits | Creditos de imagen | Créditos de imagem | Crédits photo
Type | Tipo | Tipo | Type
Trajes regionais e históricos do século XIX e XX
Short description | Resumen | Resumo | Description brève
A coleção é constituída por dois pequenos núcleos de indumentária de inícios e meados do século XIX, vulgo “Império” e “Romântico”, sendo contudo, o final do século XIX que se encontra mais bem representado. Trata-se essencialmente de trajo tipicamente burguês proveniente de famílias abastadas da época, da região do Algarve. Foi deste período
que surgiram os primeiros exemplares de trajo de características populares regionais, do qual o Museu também possui um fundo interessante. Existe ainda uma coleção de “roupa interior” vulgo “bragal”, datada de um período situado entre os finais do século XIX e os anos cinquenta do século XX.
Catalog | Catálogo | Catálogo | Catalogue
More Collections | Más colecciones | Mais colecções | Ajouter une collections
Please select

Collection 2 | Colección 2 | Colecção 2

Named Collection | Denominación de la colección | Denominação | Dénomination de la collection
Photo | Fotografía | Fotografia | Photographie
Image credits | Creditos de imagen | Créditos de imagem | Crédits photo
Type | Tipo | Tipo | Type
Short description | Resumen | Resumo | Description brève
Catalog | Catálogo | Catálogo | Catalogue

Collection 3 | Colección 3 | Colecção 3

Named Collection | Denominación de la colección | Denominação | Dénomination de la collection
Photo | Fotografía | Fotografia | Photographie
Image credits | Creditos de imagen | Créditos de imagem | Crédits photo
Type | Tipo | Tipo | Type
Short description | Resumen | Resumo | Description brève
Catalog | Catálogo | Catálogo | Catalogue

Contact | Contacto | Contacto

Website | Sitio Web | Sitio de Internet | Site web
e-Mail | Correo electrónico | Correio electrónico | Courrier électronique
Phone | Teléfono | Telefone | Téléphone
(+351) 289 840 100

Location | Ubicación | Localização

Street | Calle | Rua | Rue
Rua Dr. José Dias Sancho, 61, 8150-141 São Brás de Alportel
Place | Lugar | Lugar | Lieu
São Brás de Alportel
Country | País | País | Pays
Portugal
Timetable | Horario | Horários | Horaires
Segundas a Sextas-feiras: 10-13h 14-17h

Sábados, Domingos e Feriados: 14-17h
     
PARTNERS